O tempo é um recurso escasso. E o investidor individual, mergulhado na sua exigente vida profissional, familiar e/ou social, sente-o na pele – possuindo conhecimentos financeiros acima da média, raramente consegue debruçar-se profundamente sobre o mercado para os fazer valer. E isso equivale, inevitavelmente, a uma perda de excelentes oportunidades de negócio.

A mystockideas resolve o problema da falta de tempo e potencia a multiplicação do seu dinheiro, atuando como um facilitador de conhecimento – estudamos o mundo por si e damos-lhe acesso a informação imprescindível para tomar as decisões de investimento mais acertadas.

Fazemos a avaliação de empresas e disponibilizamos-lhe o resultado destas análises. Apresentamos também o nosso portefólio de ações, constituído pelas empresas mais bem avaliadas.

É expectável que o investidor individual conheça melhor certas indústrias ou empresas, ou esteja na posse de informação que o leve a tomar melhores decisões em certas matérias, pelo que o incitamos a tomar as suas próprias decisões de investimento. Seja como for, o nosso portefólio será certamente um excelente ponto de partida, ou até mais que isso, pois temos como objetivo obter um ganho médio anual superior a 10% no nosso fundo de investimentos.

Independência

Não temos ligação a qualquer instituição ou empresa. Representamos apenas os nossos clientes (subscritores). Os nossos investimentos são decididos exclusivamente com base na informação disponibilizada no site, sendo as decisões de compra e venda de ações anunciadas no momento da tomada de decisão.

Competência

A informação disponibilizada é fruto da leitura e análise anual de dezenas de livros da especialidade, de relatórios financeiros, de inúmeras notícias e de tantas outras fontes de informação complementares. Competência e empenho são valores fundamentais na persecução dos nossos objetivos.

Os facilitadores de conhecimento

José Fontes

Profissão: Engenheiro de formação e analista autodidata
Inspiração: Warren Buffett e Michael Burry

A curiosidade em perceber o mundo sempre fez pulsar o meu coração. Não será, portanto, de estranhar, o facto de os livros sempre terem sido meus fiéis companheiros. Atribuo-lhes uma grande fatia de responsabilidade pelos meus sucessos profissionais.

Tendo em conta a minha formação, durante longos anos os livros técnicos afetos à engenharia foram os eleitos para me ajudar a saciar a minha sede de conhecimento. Porém, essa preferência alterou-se inesperadamente com a tomada de consciência de que poderia “ganhar dinheiro a perceber o mundo”.

Desde aí, passei a ler (ainda) mais, dedicando a maior parte do meu tempo de leitura a livros de investimentos. A par disso, fui empregando os meus novos conhecimentos na gestão de um fundo familiar com resultados francamente motivadores.

Passados alguns anos, sinto-me abençoado e muito feliz por ter encontrado um meio de dar azo à minha curiosidade, à minha vontade de ler, de conhecer, de perceber o mundo.

Investir é, na minha opinião, sobre estudar. É algo que está ao alcance do comum dos mortais, desde que este esteja disposto a passar os dias a ler. Para mim, estudar é mais que isso: é uma das melhores formas de aproveitar a vida.